Observação de Baleias

Todos os anos, as fêmeas grávidas das baleias-de-bossa ou jubartes (megaptera novaeangliae) migram das frias águas da Antártida para a costa oriental da África do Sul e sobem o Canal de Moçambique (entre Moçambique e Madagáscar) para darem à luz. Provavelmente passam alguns meses em águas mais quentes, alimentando as crias para estas constituírem reservas de gordura necessárias para se protegerem nas frias águas do Antártico.

As migrações passam por Nuarro entre Julho e Novembro de cada ano. Pode observá-las do conforto do seu chalé ou mais de perto, se as condições o permitirem, de barco na baía, respeitando distâncias e mantendo procedimentos seguros para baleias e pessoas.

Durante este período é até possível ouvir as baleias a comunicarem debaixo de água se estiver a mergulhar com garrafas ou em snorkeling .

Alguns factos sobre as baleias-de-bossa ou jubartes:

  • Podem atingir 15m de comprimento e pesar entre 30 e 50 tons;
  • As fêmeas são ligeiramente maiores que os machos;
  • As marcas brancas que apresentam na parte inferior da cauda funcionam como impressões digitais que permitem identificar diferentes indivíduos;
  • Estas baleias têm barbas que filtram minúsculos crustáceos (krill), plancton e pequenos peixes;
  • Comem cerca de 2 tons / dia, geralmente em duas ocasiões;
  • Podem mergulhar até 30 minutos a uma profundidade de 150-200m;

Podem ser observadas:

  • Apenas com a cabeça fora de água, observando em seu redor;
  • Levantando a cauda da água, balançando-a e batendo com ela na superfície do mar;
  • Saltando, projectando o corpo para fora da água e deixando-se cair num movimento espectacular;
  • Vivem cerca de 45-50 anos;
  • São uma espécie protegida;

Subscribe To Our Newsletter

Join our mailing list to receive the latest news and updates from our team.

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This